Bate-Bola Denise Ferreira: “Novidade é acompanhamento de forma customizada”

A consultora de dinamismo econômico do Instituto Votorantim, Denise Maellaro Ferreira, que participou como Grupo de Afinidades como especialista convidada para apresentar a nova metodologia, explica que o principal objetivo das mudanças é facilitar as adequações em diferentes localidades.

Denise é graduada em Engenharia de Produção e tem mestrado em Cooperação Internacional, Políticas Públicas e Projetos de Desenvolvimento. Está desde o começo deste ano no Instituto Votorantim, mas já tem uma longa trajetória no ReDes: atua desde 2012 no programa, primeiro como consultora e depois como coordenadora de campo. Como já trabalhou “na ponta”, conhece bastante as experiências e também as dificuldades vivenciadas pelos negócios inclusivos ao longo desses últimos anos.

Boa Prosa: Qual o objetivo das inovações na metodologia do ReDes?

DF: A grande novidade trazida pela nova metodologia, e um dos objetivos principais, é a possibilidade de realizar o acompanhamento dos negócios de forma customizada, adequando os processos a diferentes realidades. Para isso, eles poderão contar com equipes com experiência na sua cadeia específica que os auxiliam em pontos em que tenham mais dificuldades, seja produção, comercialização ou na melhoria da governança, por exemplo. Além disso, a intenção é, com a implementação da equipe administrativa, reduzir a carga burocrática dos grupos produtivos, permitindo que eles foquem no desenvolvimento negócio.

Leia a entrevista completa no site do Programa ReDes.