Inovações dos novos projetos estão sendo incorporadas ao programa

As três localidades que participaram do Grupo de Afinidades têm inovações que agora estão sendo aproveitadas em outros projetos do ReDes.

 

– Valor compartilhado em Sobral

Fortalecimento da Cadeia Produtiva do Babaçu é o primeiro projeto do ReDes a gerar valor compartilhado. O projeto já foi desenhado dentro da cadeia de valor da Votorantim e irá trazer benefícios para a empresa e para o grupo produtivo. As associações irão fabricar óleo de babaçu e também irão vender coco babaçu para gerar energia para a para a unidade da Votorantim Cimentos de Sobral.  O programa pretende expandir a geração de valor compartilhado a novos projetos.

 

– Incubação no Legado das Águas

No primeiro ano em que foi feito um processo de seleção de projetos da região do Legado das Águas, nenhum grupo foi aprovado no processo de seleção do ReDes por não estarem de acordo com critérios do programa. Foi realizado um processo de incubação, que durou aproximadamente um ano e teve foco no fortalecimento da organização dos grupos produtivos. Dois projetos foram aprovados após esse processo.

 

– Atividades coletivas no Piauí

Os grupos produtivos do Piauí iniciaram as atividades coletivas durante a elaboração dos projetos, quando os grupos ainda estavam passando pelo processo de seleção. Dessa forma, foi possível promover a integração entre os membros de cada grupo e também foi possível avaliar quais deles demonstravam mais iniciativa e vontade de fazer o projeto acontecer. Após essa experiência, isso passou a ser aplicado em todos os processos de entrada do ReDes.