Dinamismo Econômico

Voltada à valorização e incentivo de empreendedores locais, o eixo estimula iniciativas de geração de renda, redução da desigualdade e da dependência econômica das localidades apoiadas.

Cerca de 45% dos municípios priorizados para atuação social da Votorantim apresentam baixos índices de desenvolvimento econômico e de renda.

As metodologias utilizadas neste eixo buscam investir na capacidade empreendedora dos cidadãos que, organizados em grupos produtivos, desenvolvem atividades de geração de trabalho e renda.

Para isso, atua em quatro frentes: Programa ReDes (Redes para o Desenvolvimento Sustentável), Encadeamento Produtivo, Fortalecimento de Empreendimentos Locais e Fomento a Cadeias Produtivas.

Programa ReDes
Fruto da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a iniciativa fornece apoio técnico e financeiro a cooperativas e associações locais na estruturação e gestão de negócios que geram trabalho e renda.

Na primeira etapa, o programa mapeia as cadeias produtivas com maior potencial de impacto na localidade. Após esse levantamento, elabora, de maneira participativa, projetos com viabilidade social e econômica.

Após processos de avaliação local e externa, as iniciativas selecionadas recebem aportes financeiros e investimentos em bens, equipamentos, capacitações técnicas e gestão, para a garantia de sustentabilidade no longo prazo.O ReDes também fomenta o fortalecimento de redes institucionais, para alavancar parcerias com governo, sociedade e empresas nas áreas de atuação.

Alguns números do Programa ReDes:

  • 48 negócios inclusivos apoiados;
  • 1.700 pessoas beneficiadas;
  • R$ 51 milhões investidos desde 2010, sendo R$ 6,3 milhões só em 2015;
  • R$ 1.500 como renda média das famílias beneficiadas;
  • Investimento igualitário entre BNDES (50%) e Votorantim (50%) de 2010 a 2020;
  • 28 municípios participantes, totalizando 40 projetos e 28 grupos de participação comunitária;
  • Mais de 2 mil famílias beneficiadas nos 11 estados participantes: Mato Grosso, Tocantins, Bahia, Sergipe, Mato Grosso do Sul, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná.

Para saber mais sobre o Programa ReDes, acesse: www.programaredes.com.br.

Encadeamento Produtivo
Com uso de metodologia desenvolvida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o programa impulsiona a competitividade e a produtividade da rede de fornecedores da Votorantim.

A iniciativa atua na melhoria de desempenho dos negócios, no aumento de competitividade e na redução da dependência em relação à empresa. Desta forma, gera mais qualificação dos produtos e serviços oferecidos por micro e pequenas empresas locais. Em 2015, foram realizadas mais de 2 mil horas de capacitações, com diagnósticos e consultorias, aos fornecedores da Votorantim.

Fortalecimento de Empreendedores Locais
A iniciativa, conjunta com o Sebrae, trabalha para o fortalecimento dos empreendedores nas localidades. São realizadas oficinas para desenvolvimento e qualificação dos negócios, individuais ou em pequenos grupos, com foco na formalização e crescimento sustentável das iniciativas.

Após a formação técnica, o comitê local seleciona planos de negócios que recebem capital-semente para início da implantação dos negócios.

Fomento das cadeias produtivas
O programa atua no incentivo das cadeias produtivas locais, com base nas demandas identificadas pela unidade local da Votorantim.

A partir disso, as organizações da região propõem projetos desenvolvidos por cooperativas e grupos produtivos, focados em planejamento estratégico dos negócios, melhorias da gestão administrativa ou consultoria técnica para aprimoramento de produtos e estratégias de comercialização.

O Instituto participa dos processos de seleção e revisão dos planos propostos.